terça-feira, 5 de janeiro de 2010

O galã e o sacerdote estão na ZZZ de dezembro. Em comum, o nome: Fábio









Foto: Lívio Campos


Queridos amigos, 2010 já começou - e tomara que seja um ano fantástico para todos nós - mas ainda vale a pena comentar a edição de dezembro da ZZZ. Como esta é uma época em que tradicionalmente as pessoas refletem sobre suas vidas, fomos atrás de uma mensagem bacana do PADRE FÁBIO DE MELO.

Apesar de ser considerado um fenômeno da evangelização pela arte - com mais de 700 mil cópias, o álbum “Vida” foi o disco mais vendido no Brasil em 2008 - o sacerdote faz questão de reafirmar que o seu propósito principal é a evangelização.

Ao mesmo tempo, faz questão de ser contemporâneo: ele deseja se aproximar dos fiéis, indo além do discurso de sacristia,  mas recusa o rótulo de artista. Descubra como ele consegue isso lendo a íntegra da entrevista, disponibilizada logo abaixo. Concedida via e-mail, ela foi resultado de alguns meses de insistência com o pessoal da produção (que também é muito gente boa).


Algumas páginas antes, você pode ler a reportagem sobre a carreira do FÁBIO JR. Com quase quarenta anos de carreira, o eterno galã  esteve em Sorocaba no final de outubro e enlouqueceu as mulheres que estiveram presentes no show. 


A receita do sucesso? Fábio conta na matéria. Mas não para por aí: longe das novelas desde 1998, o cantor explica os motivos de seu afastamento e ainda fala sobre o repertório do CD "Romântico", que chegou as lojas recentemente, em que ele interpreta clássicos... sertanejos. Sim!!! Você NÃO leu errado caro leitor. Sim, isso é possível.


Para saber mais curiosidades, basta fazer o download do arquivo. Por último, vale a ressalva: minhas expectativas para 2010 são as melhores possíveis e, no que depender de mim, ainda vem muita coisa bacana por aí...


Então, é isso. Clique para baixar a entrevista com:


- o Padre Fábio


- o Fábio Jr.


Até mais!



2 comentários:

Fernanda Resende =';'= disse...

Olá, boa tarde

Encontrei o endereço do seu blog no Twiter da prof. Mirna e achei interessante vir dar uma espiadinha. Parabéns pelo blog e pela iniciativa. Também sou jornalista e escrever é muito mais que papel e caneta - é sentir com a alma - não é mesmo?

Mais uma vez parabéns.

Abraços,

Fernanda Resende

UMA ESPOSA EXPATRIADA... disse...

Ja fiz um POST especial para vc e para o Padre! Bjs!
Renata C., UMA ESPOSA EXPATRIADA.

Pesquisar este blog